Update #21 ·
5l

Como alterar o quadro político brasileiro se só escrevemos sobre os males do nosso país?

Amigos, 

É bem provável que muitos de vocês que vêm acompanhando os noticiários ultimamente tenham se deparado com várias notícias inquietantes relativas às despesas do governo. Foi relatado pelo jornal O Globo, por exemplo, que as despesas do estado com as viagens dos Senadores, só em 2013, somaram R$ 499 mil, isto é, mais que o dobro de 2011. Ficamos sabendo também, através da Folha, que entre os 30 países com maior carga tributária em relação ao PIB (produto Interno Bruto),  o Brasil continua a ser o país que proporciona o pior retorno em qualidade de vida para a sua população. Poderia também citar as várias suspeitas de corrupção decorrentes no Congresso Nacional. Entretanto, este não é o objetivo deste post. 

O que gostaria de ressaltar hoje é que a assiduidade com a qual tais notícias negativas alcançam nossos olhos no cotidiano ocorre em detrimento do espaço que é destinado as notícias positivas. Mas veja bem; não estou dizendo que deveríamos escrever menos sobre os males que debilitam o desenvolvimento de nosso país. Muito pelo contrário! Acredito apenas que devemos conceder mais espaço às propostas que possivelmente fornecerão soluções para esses males. Para colocar essa noção em contexto, basta se perguntar por exemplo quantos jornais acompanham os desenrolamentos de projetos de lei que visam limitar a corrupção e baixar as despesas do Congresso Nacional.

Quantos deles escreveram sobre o projeto de lei (PL) que visa punir o agente público que cometeu crimes de enriquecimento ilícito, mesmo que a pessoa devolva o dinheiro? Sobre o PL que exigiria que as reuniões para assinatura de contratos com órgãos públicos sejam feitas em salas monitoradas? Sobre o PL que propõe criar normas para o controle e a fiscalização de obras públicas, punindo os responsáveis por falhas ou atrasos? Sobre o PL que quer obrigar a Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB) e os outros conselhos profissionais a se submeterem às regras da Lei de Acesso à Informação? Ou sobre o PL que visa determinar que projetos de lei de iniciativa popular sejam votados em regime de urgência pelos deputados e senadores?

Acho que podemos concordar que foram poucos os casos, não é? Agora tente lembrar de algum que deu seguimento ao artigo e escreveu mais de uma vez sobre a tramitação do projeto? Esses são tão raros que daria até para contar em uma mão (ex: a lei que acabou com o voto secreto, o PL que tornará corrupção um crime hediondo, a lei que terminou com os 14º e 15º salários de nossos parlamentares, e talvez um ou dois mais).

Por isso, deixo aqui o meu protesto por uma melhor cobertura dos projetos que realmente visam alterar o quadro político que hoje temos em Brasília, pois me parece um pouco difícil esperar que o Brasil prospere de maneira mais consistente enquanto os canais midiáticos não estiverem fazendo a sua parte por um Brasil melhor.

Faça você também a sua parte: entre no votenaweb.com.br e vote “sim” nos projetos de leis descritos acima.

Obrigado pela atenção e perseverança,

Vinicius

8 comments

to comment