Update #20 ·

A farra com o dinheiro público no Congresso continua...

Amigos,

O jornal Estadão revelou nestes últimos dias 9 e 10 de março que alguns senadores chegam a gastar até R$ 70 mil por tratamento dentário; que os privilégios concedidos pelo plano de saúde do Senado são estendidos até mesmo a senadores que foram cassados por suspeita de envolvimento em corrupção; e que o ex-senador, Milton Cabral (que deixou a Casa em 1986), anda pedindo o reembolso de R$ 2,2 mil para o pagamento de aplicações de Botox.

Vocês leram certo – reembolso para aplicações de BOTOX para um senador da década de 80!

A reportagem do Estadão também revela que em um processo de 2011, Renan Calheiros (PMDB-AL), atual presidente do Senado, pediu que a Casa arcasse com suas despesas em um tratamento de “implante hormonal” de R$ 1.904. Felizmente, o Senado rejeitou o pedido. Outros pedidos bizarros associados a políticos tais como João Durval (ex-senador), Jonice Tristão (ex-senador do ES), Aloysio Nunes Ferreira (Líder do PSDB - SP) e Wellington Dias (do ex-líder do PT) também foram expostos na reportagem.

Recomendo a todos que assinem a petição para reduções nos salários e despesas dos parlamentares brasileiros,entrem em contato com os senadores e ex-senadores mencionados acima (clique em seus nomes para ver como), e deixem mensagens de repúdio contra os eventos citados. Não deixem de compartilhar a petição com todos os seus amigo e próximos. É nosso dever vigilar os nossos funcionários!

Dentro de uma semana, enviarei a petição, por e-mail e por carta, aos líderes de ambas as casas, e também às lideranças dos partidos. Não vamos perder tempo. Compartilhe agora!

Com perseverança,

Vinicius

PS: Você sabia que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, determinou em liminar (decisão provisória) que a Câmara dos Deputados e o Senado VOLTEM a pagar salários superiores ao teto constitucional. Assine já a nossa petição contra essa medida.

PS2: Já assinou a petição que pede um fim aos auxílios e privilégios abusivos do Judiciário Federal?

12 comments

to comment