Update #20 ·

CASO INSTITUTO ROYAL Quando “não” quer dizer “sim”

Quando “não” quer dizer “sim”Sempre apanhada de calças na mão quando se trata de perceber os movimentos sociais autênticos, a mídia mainstream reagiu ao resgate dos beagles do Instituto Royal da mesma forma como noticiou as manifestações de rua de junho último. Ansiosa por ser mais realista que o rei, num primeiro momento alinhou-se instintivamente ao poder hegemônico: os manifestantes eram “vândalos” e “baderneiros”; “o movimento não representava a maioria”, e “existem formas civilizadas de reivindicar”.

Leia artigo completo em http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed771_quando_nao_quer_dizer_sim

to comment