Back to Campanha para um Brasil com salários mais justos

Volta de supersalário gera despesa anual de R$ 99 milhões!

S1

"Determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, a volta do pagamento dos supersalários no Congresso vai aumentar em R$ 98,8 milhões [anuais] os gastos das duas Casas com os vencimentos de seus servidores. Os dados fazem parte de estimativa feita pelo Congresso em Foco, com base nas folhas de pagamento disponíveis nos portais da Câmara e do Senado. O prejuízo mensal chega a R$ 7,6 milhões por mês."*

"A Câmara decidiu que vai depositar já em fevereiro os valores que extrapolam o teto constitucional, hoje em R$ 29,4 mil. O Senado, no entanto, informou que recorrerá da decisão liminar - e que vai depositar os valores em juízo. Ou seja, eles só poderão ser sacados após sentença definitiva do Supremo."*

Vamos deixar claro, tanto para o ministro Marco Aurélio Mello quanto para a Câmara e para o Senado, que somos 100% CONTRA qualquer possível volta (mesmo que provisória) do pagamento dos supersalários! Vamos exigir que o plenário do STF revogue a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, e que o Senado, por conta de suas decisões freqüentemente errôneas, anticonstitucionais, e retrógradas, retire o senhor Marco Aurélio Mello de seu cargo como ministro do Supremo Tribunal Federal imediatamente. Ainda não assinou? Então ASSINE JÁ a nossa petição:

https://www.causes.com/actions/1767030-sign-the-petition-to-ministros-do-supremo-tribunal-federal-em-especifico-sr-marco-aurelio-mello

Fonte: *Congresso em Foco (20/02/2014) "Volta de supersalário gera despesa de R$ 99 milhões" e *Estadão (19/02/2014) "Câmara diz que vai pagar supersalários a servidores; Senado, não".

Foto do Ministro do STF, Marco Aurélio Mello (nomeado pelo seu primo, Fernando Collor, em 1990) publicada no site Congresso em Foco.

36 comments

to comment