About

http://acidadesangra.blogspot.com/

A DITADURA DISFARÇADA

As milícias são letais à Democracia e devem ser combatidas. Elas têm vínculos com a polícia. Muitos dos seus integrantes são policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários, expulsos, do serviço ativo ou já aposentados.

As milícias são formadas pela chamada “banda pobre” da polícia, composta políticos corruptos, por policiais, ex-policiais e outros criminosos.

Hoje os paramilitares fluminenses, como em todo o Brasil, atuam à semelhança dos temíveis e sanguinários Zetas mexicanos. Sequestram, torturam e matam impunemente em seus territórios.

No começo, as milícias foram incentivadas pela omissão social e governamental. No momento, as milícias governam territórios, escravizam moradores, cobram, como a Cosa Nostra siciliana, “taxa” de proteção (o pizzo da Cosa Nostra), traficam drogas, praticam a pirataria e exigem participação nos lucros dos comerciantes e dos prestadores de serviços. Nos territórios, as milícias exploram a “TV-gato”, fazendo instalações clandestinas em prejuízo dos canais fechados. Uma comissão financeira é cobrada em caso de locação e venda de barracos. Botijões de gás só podem ser adquiridos com a intermediação dos paramilitares.

Acabe com elas ou elas acabarão com você.

1. A Milícia é um poder paralelo, com raízes no Estado, que coloca em risco o Estado Democrático de Direito, sua vida, sua família, sua casa e sua integridade.

2. Milicianos são criminosos e, como tal, devem ser vistos.

3. Milícia é negócio. Esse discurso contra o tráfico é só para conseguir uma aceitação da sociedade. Na verdade, eles querem dinheiro e o tráfico.