About

Defender os usos tradicionais de plantas medicinais

Nós, aqui virtualmente reunidos e em concordância uníssona, apresentamos nossos protestos de apoio à Fitoterapia, às práticas tradicionais de saúde, às práticas integrativas e complementares, ao uso das plantas medicinais e à valorização do saber tradicional em saúde;

Contra o desrespeito à cultura e à tradição popular em saúde, contra a expropriação dos saberes médicos tradicionais; contra falta de ética e contra o desrespeito à dignidade humana no jornalismo e na política;

Contra a entrega irresponsável da nossa flora medicinal às mãos daqueles que desejam desacreditar o saber médico popular em Fitoterapia e destruir os valores culturais e etnomédicos das plantas medicinais, para apropriar-se da biodiversidade das matas brasileiras enquanto chamam de idiotas os seus proprietários de fato e de direito;

Contra a entrega dos nossos direitos de escolha, enquanto cidadãos e enquanto profissionais de saúde, às mãos de representantes ilegítimos que auto-elegem donos da verdade e baluartes da ciência; contra a manipulação dos nossos direitos de escolha por sensacionalistas e falsos profetas que usam da sua faculdade de exposição na mídia para propagar seus interesses: não, obrigado;

Contra a equiparação das plantas medicinais e dos fitoterápicos aos medicamentos químicos, sintéticos e industrializados a partir de princípios ativos isolados;

Em favor do direito de escolha da comunidade em relação às opções de tratamento e aos cuidados à sua saúde, bem intransferível e inalienável;

Em favor do direito dos profissionais de saúde de exercerem a sua arte e sua ciência de forma responsável, com base em dados concretos, avaliados de forma ampla, geral e irrestrita do ponto de vista científico, sem beneficiar um único paradigma;

Em favor de mais apoio à pesquisa na área de Fitoterapia e plantas medicinais, especialmente aquela voltada para o fortalecimento das políticas públicas de saúde e para o desenvolvimento de fitomedicamentos, devolvendo benefícios às comunidades nas quais as tradições dos usos de plantas medicinais foram estudadas e pesquisadas;

Em favor da efetiva implementação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS e do imediato financiamento ao Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos no SUS;

Em favor do direito de resposta aos especialistas, Mestres, Doutores, pesquisadores e profissionais de saúde praticantes da Fitoterapia Científica, para defender as verdades sobre as pesquisas envolvendo plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos; especialmente resgatando os direitos dos profissionais citados e difamados em reportagens tendenciosas e antiéticas;

Em favor do direito de resposta aos cidadãos que utilizam plantas medicinais de forma tradicional há décadas, e cujas famílias usam-nas há séculos, resgatando o seu direito de defender sua cultura, sua tradição e os seus saberes contra os abusos do terrorismo falacioso;

Em favor da verdade dos fatos e do esclarecimento público;

1. Defender o livre cultivo, manipulação e usos de plantas medicinais

2. Pesquisar todos os usos de plantas medicinais

3. Defender a inalienável liberdade de escolha

4. Defender a livre transmissão de informações sobre plantas, passadas de geração a geração

5. Defender a nossa flora dos grandes laboratórios internacionais