Back to Não ao desaparecimento do Teatro Sá da Bandeira (Porto)!

Denunciem!

Meus caros,

Desde já desejo enviar-vos o meu mais sincero agradecimento pela v/ adesão à causa e pelas discussões/opiniões aqui esboçadas. Certamente alcançamos um dos nossos objectivos primários, o de sensibilizar a população para tal ocorrência, visto que, pelo que me foi possível observar, muita gente desconhecia tal facto. E desconhecia-o não por desleixe mas porque há assuntos que interessa que caiam no esquecimento.

Não pretendi nem pretendo, com a criação desta causa, tentar moldar qualquer consciência. O que escrevo e afirmo são factos. O facto é que o Teatro Sá da Bandeira continua devoto à intempérie do tempo, degradando-se, fruto da gestão danosa que tem sido alvo e do impasse entre os seus proprietários e a Câmara Municipal do Porto. Não me mal interpretem - não existe qualquer motivação política anexada a esta causa. Existe sim uma chamada de atenção, num mundo actual em que tudo se desenrola tão rápido, para que paremos e olhemos - com olhos de ver - para a ruína de um singular teatro que foi parte integrante da vida dos nossos antepassados - gerações de pessoas, sejam "público" ou artistas que por lá passaram, cresceram e, porque não dizê-lo, maturizaram o seu próprio intelecto.

É um facto que se trata da casa de espectáculos mais antiga do Porto. É-o igualmente que se trata de um esplendoroso exemplo de arquitectura, sob as matrizes dos teatros de raiz italiana. É um facto que, numa altura em que não havia televisão, rádio, futebol, etc., os teatros - e em especial o TSB, desempenhavam um papel importantíssimo na sociedade de então, a todos os níveis. E é um facto que nós somos fruto dessa geração e dessas mesmas vivências.

Encarar o TSB como mero imóvel e classificá-lo apenas pela actividade programática que tem levado nos últimos anos é desumaniza-lo. E desumanizando o nosso passado, desumanimo-nos a nós próprios.

Assim, agradeço a todos que continuem a apoiar esta causa. Divulguem! Denunciem! Enviem o link da mesma para os vossos contactos, para os jornais, para a Câmara Municipal do Porto, encham as caixas de correio electrónico! 17 mil pessoas já não são "apenas meia dúzia".

http://www.causes.com/tsb

Grato por todo o apoio,
Daniel Rosa

2 comments

to comment