Progress

133 pledged
+113 over goal

Pledge to

Os meus heróis não morreram de overdose

This pledge closed over 1 year ago

How this will help

Na condição de Comandante de Linha Aérea, ainda na ativa, embora beneficiário do Plano de Previdência Complementar AERUS (Plano I), do qual usufruo cerca de R$ 370,00 mensais, posso me considerar abençoado por dispor de saúde que me permite trabalhar ainda. E peço a Deus, todos os dias, que me a conserve até o dia de minha partida para a Pátria Espiritual. A mesma sorte, contudo, não tiveram os meus valentes Heróis, antigos Tripulantes, com os quais tive a honra de conviver por muitos anos e com quem aprendi tudo o que sei até hoje sobre a arte da pilotagem. Grande parte deles já se foi e muitos outros estão prestes a segui-los na trilha penosa do destino impiedoso, depois de contribuírem durantes vários e longos anos para o mesmo Plano AERUS de Previdência Complementar, que os relega a uma velhice desamparada e penosa, a despeito de um Órgão Governamental chamado Secretaria da Previdência Complementar (agora PREVIC), cuja finalidade é fiscalizar os Planos de Previdência Complementares, e que (pasmem!) já existia na época em que o AERUS foi fundado! 

Os meus Heróis não morreram de Overdose! 

 Eles morreram e estão morrendo à Míngua, de Fome, na Miséria e em Desespero, relegados à penúria num País que valoriza os espertalhões e bandidos de todo gênero, que se unem em quadrilhas para roubar e espoliar a Nação. Eles não se drogavam, ocupados demais que estavam em estudar, trabalhar e se dedicar com afinco para engrandecer o nome do Brasil ao redor do mundo. As Empresas em que trabalhavam eram gloriosos símbolos do que havia de melhor e mais avançado no setor da aviação. As agências dessas Companhias Aéreas funcionavam como verdadeiras Embaixadas da nossa Pátria no exterior. VARIG, VASP e TRANSBRASIL representavam a aspiração máxima dos bons profissionais da carreira que abraçamos.

As antigas aeronaves, que fizeram a fama das cores verde amarelas, ao invés de comercializadas há tempos para pagar as dívidas trabalhistas, apodrecem atualmente nos pátios remotos de inúmeros aeroportos brasileiros como verdadeiros outdoors, em "homenagem" à Justiça Brasileira, como a indicar para empresários desonestos e inescrupulosos que o caminho da enganação compensa aqui no Brasil. E o Governo, que se intitula dos TRABALHADORES, protela de todas as formas as indenizações justas e devidas, no aguardo de que todos aqueles que sobraram morram de uma vez, buscando enterrar o problema na cova da vergonha irresponsável. Enquanto isso sobram recursos para o perdão das dívidas dos países africanos, desviam verbas da saúde e da educação descaradamente, constroem estádios caros e suntuosos, que de nada servirão depois da Copa! Mas subestimam que somos todos possuidores de uma força moral que eles não conhecem e de uma coragem que sempre nos fez enfrentar e vencer qualquer tempestade! Essa força nos manterá de pé lutando permanentemente e unidos até o último grito, diante da Imprensa e dos órgãos de comunicação, mostrando para o Brasil todo a vergonha de nossos Governantes que nos ultrajam, sem um mínimo de caráter e respeito pelos direitos dos contribuintes. Avante guerreiros! Falta pouco! Vocês são os nossos Heróis! 

Título e Texto: Luiz Michielin Neto, 18-8-2013


Relacionados:

Programa "Profissão Repórter", da Rede Globo, "disposto a divulgar a situação martirizante que os aposentados (Aerus) estão vivendo"

Os perigos de uma trégua/ Não podemos errar sempre...

Somos idosos não somos criminosos

143 acham que o ministro Joaquim Barbosa vai votar...

3560 manifestantes! De grão em grão...

Greve de Fome/Varig/Aerus: acompanhamento

Retrato nu e cru de uma ex-trabalhadora da Varig

Para ajudar a Rosicléa...

to comment